29 de nov de 2010



Às vezes sou preguiçosa, eu fico com tédio, eu sinto medo. Me sinto ignorada. Eu me sinto feliz, eu me finjo de boba. Eu brinco com minhas próprias palavras. Eu tenho desejos, eu tenho sonhos. E eu ainda quero acreditar que qualquer coisa pode acontecer neste mundo para uma garota comum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário